MICHAEL WAHRMANN

Michael Wahrmann é diretor, roteirista, editor. Uruguaio-israelense, radicado em São Paulo desde 2004, trabalha com Arte e Fotografia desde 2000. Em 2007 graduou-se em Cinema pela FAAP. AVÓS, seu primeiro curta metragem, estreou no 60o Festival Internacional de Cinema de Berlin e recebeu mais de 40 prêmios no Brasil e no exterior. Dentre outros trabalhos, dirigiu os curtas OMA (2011) e AVANTI POPOLO seu primeiro longa. Atualmente é professor de direção na AIC de São Paulo e está desenvolvendo seus novos projetos, ROSA F.C. e ONDE MORREM OS ELEFANTES.

Michael Wahrmann é diretor, roteirista, editor. Nascido em 1979, em Montevidéu, Uruguai. Aos seis anos emigrou para Israel, onde cresceu. Em 2000, iniciou suas experiências em fotografia e literatura. Em 2001, realizou a mostra fotográfica 123 Testando, na Galeria Hottentot em Israel. Nesse mesmo ano, ganhou menção honrosa no concurso de contos La Limpia Palabra, no Uruguai.

Em 2002, entrou para a Academia Bezalel de Artes e Design, em Jerusalém, onde ganhou o prêmio de excelência por seus estudos. Em 2004, mudou-se para São Paulo e recebeu uma bolsa para estudar cinema na FAAP. Graduou-se em 2007 apresentando como trabalho de conclusão de curso o curta AVÓS, que estreou no 60o Festival Internacional de Cinema de Berlin, e recebeu mais de 40 prêmios no Brasil e no exterior. Entre os prêmios, recebeu a Placa de Ouro para o melhor curta de ficção no 46o Festival Internacional de Cinema de Chicago e também o Grand Prix du Curt Metrage no 30o Festival Internacional de cinema de Amiens.

Em 2010, Michael participou da 29a Bienal de Artes de SP com a vídeo instalação, ESPOSA. No final do mesmo ano, foi contemplado com o Prêmio Estímulo de curta-metragem da Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo, para produzir o curta Esperando Gatti que acabou virando seu primeiro longa, AVANTI POPOLO e também com o Prêmio de Desenvolvimento de projeto de Longa-metragem da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo, com o projeto ROSA F.C. os dois produzidos em parceria com a Dezenove Som e Imagens da produtora Sara Silveira.

Em 2011, lançou seu novo filme, OMA, ganhador do prêmio de melhor curta-metragem no Forum.Doc BH, Semana Paulistana do Curta-metragem, Mostra de cinema de Londrina, Melhor Curta no Festival de Cinema de Las Palmas na Espanha e outros.

Em 2012 foi convidado a fazer parte do casting da Canvas SP Galeria de São Paulo com seu trabalho de fotografia, participando da exposição coletiva “Arte Solidária” .

O primeiro longa metragem de Michael Wahrmann, AVANTI POPOLO, lançado no exterior em 2012, recebeu o Premio de melhor filme na mostra CINEMAXXI do Festival Internacional de Cinema de Roma e melhor diretor e premio da critica em Brasília 2013 entre outros.

Atualmente, entre outros projetos, está realizando o curta-metragem BABE, que fecha a Trilogia da Família (Avós 2009, OMA 2011 e BABE 2012), lecionando direção no curso de cinema FILMWORKS da AIC (Academia Internacional de Cinema) em São Paulo e desenvolvendo seus novos projetos, ROSA F.C. e ONDE MORREM OS ELEFANTES, co-dirigido com o critico argentino Diego Lerer.

Entre seus trabalhos como diretor e roteirista estão:

BABE, 2012-2013, 20min, HD, em produção.

AVANTI POPOLO, Fic, Brasil 2012, 72min, DCP. (Melhor Filme da mostra CINEMAXXI no Festival Internacional de Cinema de Roma 2012, Melhor Diretor no FICUNAM – Mexico, Melhor diretor e Premio da Critica em Brasília 2013, Viennale, Hamburgo, FidMarseille, Edimburgo, BAFICI e mais).

OMA, 2011, 22 min. Vídeo Doc, HD, Brasil – Uruguay (Semana Paulistana do Curta-Metragem 2011: Melhor Filme, IV Janela Internacional de Cinema do Recife: Prêmio FEPEC, Melhor curta no 15o Forum.Doc BH, Melhor Filme na Mostra de cinema de Londrina e Premio Especial do Júri no Festival de Sta. Maria da Feira, Portugal.)

ESPOSA, 2010, Vídeo Instalação na 29a Bienal de Artes de São Paulo.

AVÓS, 2009-2010, 12 min, Super 8, HDCAM , 35mm, Brasil (Berlinale 2010, Melhor Filme em Amiens IFF, Chicago IFF, Mexico Shorts, Sta. Maria – Portugal, e outros)

Como Editor:

PÁTRIA, 2012, doc, 26 min, de Fabio Meira para ESPN Brasil.

PRAÇA WALT DISNEY, 2011, de Renata Pinheiro e Sergio Oliveira, 22 min. (Locarno 2011, Roterdã 2011, Melhor filme e Montagem em Marilia, Melhor Doc e Montagem em Vitoria Cine Video, Melhor Filme: Curta Cinema 2011, Festival Int. de Curtas de SP 2011, Fest. Int. de Curtas de BH e outros )

CIRCUITO INTERNO, 2010, 13min, 35mm, de Julio Marti (Premio Especial do Juri no CinePE 2010 entre outros)

CASA, Brasil/Alemanha, 2009, 5 min., Experimental de Luiz René Guerra para Fucking Different, São Paulo. (Berlinale 2010)

O BEBÊ DE EISENSTEIN, Brasil, 2007, 15 min, Vídeo de Paolo Gregori. (Hamburg Shorts, Shanghai IFF, Montevideo IFF)